FECHAR

Dominó Sinfônico

Dominó Sinfônico – foi o nome do Concerto Didático que os alunos do Ensino Fundamental I tiveram a oportunidade de apreciar no dia 27 de abril, na imponente Sala São Paulo. Sob a regência do maestro William Coelho, a Orquestra Sinfônica da USP encantou um público de mais de 1.000 crianças de diversas escolas de São Paulo, inclusive a nossa. Neste evento, em curto espaço de tempo, foram apresentadas mais de 50 melodias que a humanidade tem ouvido há 300 anos e, por isso, diferem de muitas que saem de moda rapidinho.

Bem… você deve estar se perguntando: — Como crianças, tão agitadas, poderiam ficar quietinhas, num lugar como esse e ainda apreciar música erudita?

Realmente não é simples. Existe toda uma estrutura e preparação para que isso aconteça. Como o próprio nome já diz, o concerto é didático e, traz também artistas de teatro que, de maneira lúdica, atraem a atenção deste público mirim e o envolve com a magia da música, da arte e da expressão.

Acho que realmente sou suspeita para falar… mas com certeza valeu… valeu a espera… valeu a expectativa… valeu o aprendizado… valeu o brilho em cada olhar… Valeu! Enfim… Foi emocionante! E ainda mais emocionante, ver as crianças participando ativamente da última música. Atentas à regência da ‘assistente do professor’, uma das personagens, e divididas em famílias, como na orquestra, acompanhavam com gestos a música, e sem nenhuma palavra, atendiam os sinais da encantadora maestrina… Muito lindo!

Ouvi diversos comentários, gostosos de se ouvir e dentre eles, a percepção deste aluno me chamou a atenção: “— Toda vez que a música começava, o teatro continuava, mas sem falar…” Arthur – 1º ano.

É isso! Comunicação! Que palavrinha desgastada, não é mesmo? Nosso amiguinho percebeu que ela não está apenas nas palavras… mas no gesto, no olhar, na emoção, nas entrelinhas… Neste mundo tão cibernético, robotizado, que não nos falte a sensibilidade para comunicar, ou melhor, que não nos falte a sensibilidade para traduzir cada gesto, cada olhar, toda emoção… Que não nos falte a arte! Que não nos falte a música!

f011