FECHAR

Undokai, um resgate das tradições

Quando lançamos o evento Undokai em nossos meios de comunicação (agenda do aluno, e-mail dos responsáveis, Facebook e blog), houve um alvoroço entre a comunidade Nikkei do Colégio ECCOS. O motivo: a lembrança dos Undokais da infância. Poder reviver e viver junto aos filhos, agora como pais, as alegrias do Undokai; voltar às origens; resgatar uma tradição outrora esquecida; transmitir a cultura dos nossos pais, avós e bisavós e preservar nossa história. Quantos pensamentos e sentimentos afloraram…

Somos uma comunidade composta por 25% de descendentes japoneses. Temos uma história que começa, no Brasil, em 1908, com o primeiro navio japonês, Kasato Maru, a desembarcar em Santos, trazendo 800 imigrantes japoneses com a esperança de uma vida melhor. Somos descendentes de imigrantes que assim como outros, tornaram-se brasileiros de coração e alma, buscando sempre o melhor para o nosso país, sem esquecer do melhor que nossos antepassados nos ensinaram: respeito pelos mais velhos, respeito pelo outro, disciplina, organização e cuidado com o espaço coletivo.

Mas à medida que as gerações mais antigas vão partindo e que o nosso dia a dia vai nos consumindo com sua correria, suas preocupações, suas urgências e consequentemente, com a falta de tempo para conversas ao pé do sofá, nossa memória, costumes e tradições vão se perdendo e no final, não sabemos mais quem somos. Por isso o Undokai não foi apenas um momento de brincadeiras, ou apenas um momento de integração das famílias com a escola. O Undokai foi um momento de resgate da nossa história e cultura, um compartilhar de tradições, o respeito pela cultura do outro, com suas danças, músicas e culinárias típicas, a prática da convivência sem interesses e a doação do tempo, talento e força para o bem-estar de uma comunidade.

Nossos agradecimentos especiais:

  • Ao Bazar Hondo, na pessoa do Celso Yasawa, que nos concedeu os prêmios para as brincadeiras;
  • Ao Clube Recreativo Orion, na pessoa do Sr. Keigo Kikko, que nos ofereceu os equipamentos e suporte para o evento;
  • A Associação Cultural Nipo Brasileiro – BBC, com o grupo de dança do Bon Odori;
  • A Associação Cultural Jardim Paraíso, que nos concedeu a chapa para o Yakissoba;
  • Ao Grupo de Taiko, Gookai Wadaiko, que abrilhantou nossa festa com o som marcante dos taikos;
  • A Associação Bunkyo de São José dos Campos, na pessoa do Sra. Emília Niwa, que nos apresentou o time de beisebol e softbol de São José dos Campos e nos concedeu as barracas de alimentação;
  • A Goma Consultoria, que nos deu a assistência na logística dos alimentos e conseguiu a cesta básica da Combrasil para ser rifada pelos alunos do 8º ano, para a formatura em 2018;
  • A JICA – Japan International Cooperation Agency, que tem nos oferecido suporte para a presença do professor do Japão em nosso Colégio ECCOS;
  • A Igreja Metodista Livre de São José dos Campos, na pessoa da Sra. Hilda Kurotaki, que se voluntariou para preparar o delicioso Yakissoba vendido no dia;
  • Ao Irie Restaurante Japonês, Edo Zushi e Cia. do Café, que ofereceram vales refeição para serem sorteados no dia;
  • A CBS Skate, na pessoa do Gilberto Serrano, que ofereceu brindes para serem sorteados no dia;
  • Aos voluntários que madrugaram para a arrumação do espaço, Marcelo Isikawa (pai da Luísa, 5º ano M), Denny Nakagawa (pai da Luísa, 4º ano M), Paulo Turetta (pai da Ana Clara, 4º ano M), Fabiano Saito (pai da Bruna, 4º ano M), Milton Otsuji (pai da Larissa, 1º ano M), Sidney Ávila (marido da orientadora Roseli Freitas), Paulo Carolino (marido da coordenadora Renata Saraiva), nosso muito obrigado!
  • A toda equipe ECCOS, que não mediu esforços para que o 1º Undokai ECCOS fosse realizado, nosso muito obrigado!
  • A nossa Comunidade ECCOS, sempre tão presente e apoiadora de nossas ações, nosso muito obrigado!

Cordialmente,
Julyanne Nakagawa e Henry Oliveira, mantenedores do Colégio ECCOS.

000