ECCOS de Poesia

“A poesia não está nos versos, por vezes ela está no coração. É tamanha, a ponto de não caber nas palavras.”
Jorge Amado

Poesia, uma elaboração sofisticada da linguagem. A manipulação das palavras com intenções diversas, que revelam sentimentos profundos, a espontaneidade de uma ação, ressaltando a beleza da língua que se fala e que se escreve. EXPRESSAR uma visão da realidade ou, quem sabe, retratos do imaginário…

A poesia suscita olharmos para o que está escrito, tanto quanto para como está escrito. Esta relação nos permite interpretar um poema percebendo as escolhas intencionais dos poetas.

“Eu queria aprender o idioma das árvores.
Saber as canções do vento nas folhas da tarde.
Eu queria apalpar os perfumes do sol.”

Manoel de Barros
“Cantigas por um passarinho à toa” – Companhia das Letrinhas

O Projeto ECCOS de Poesia tem como intenção materializar a palavra de forma que ela habite o dia a dia do colégio, dando espaço para as questões, desejos, imaginação, e tantos outros aspectos do humano.

A oportunidade de fortalecimento da comunidade leitora, por meio de um vasto repertório do gênero poético, envolve crianças, adolescentes e adultos neste ambiente provocativo de reflexão sobre a linguagem.

A escola como produtora de cultura, organiza-se em torno deste universo literário e tem como foco o engajamento da comunidade como parte deste processo.


Seguindo a tradição em que poesias são declamadas em momentos especiais, o “Sarau em família ECCOS” é um dia para celebrar e enriquecer nosso universo cultural.

“Tanto em pintura, como em música e literatura, tantas vezes o que chamam de abstrato me parece figurativo de uma realidade mais delicada e mais difícil, menos visível a olho nu.”

Clarice Lispector

Hoje é o “Dia Mundial do Meio Ambiente”. Você sabe o que acontece com o plástico que descartamos diariamente?

Em 1972, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 5 de junho como o “Dia Mundial do Meio Ambiente” (WED – sigla de World Environment Day). A data se tornou a principal plataforma global para sensibilizar pessoas, organizações e países para a importância de proteger a natureza. Vários são os temas de grande relevância, quando lançamos um olhar para os processos que deterioram o planeta, impactando as condições de existência não só dos homens, mas de todos os seres que nele habitam.

O Colégio ECCOS elegeu a chamada “poluição plástica” como o tópico a ser abordado neste ano. Quando somos informados de que a presença de resíduos de plástico no meio ambiente atingiu, em termos mundiais, o montante de 8,3 bilhões de toneladas, sentimo-nos incapazes de imaginar a real dimensão deste fato. Esta quantidade parece incompreensível, e, de fato, ela o é. Mas ao traduzirmos esses números em referências mais “palpáveis”, certamente nos damos conta da gravidade da situação: a quantidade de lixo plástico que hoje contamina nosso planeta equivale a um bilhão de elefantes. Um estudo revelou que as 8 milhões de toneladas de  resíduos de plástico que anualmente vão parar nos oceanos equivale a cinco sacos de compra de lixo plástico para cada 30 cm de litoral (costas marítimas) à volta do mundo. A situação torna-se ainda mais dramática quando verificamos que o consumo de plástico tem duplicado a cada dez anos. Como se isso não bastasse, somente 9% de todo o plástico descartado é reciclado e 12% é queimado; mas 79% acumula-se nos aterros ou é descartado no ambiente;  grande parte de tudo isso acaba indo parar nos oceanos. Mantidas as atuais tendências, em 2050 teremos mais plástico do que peixes nos oceanos.

Como enfrentar o problema? Certamente esse não é um desafio somente para governos e empresas. É essencial promover a compreensão de que nenhuma solução é viável sem que as comunidades e indivíduos mudem atitudes em relação à utilização do plástico e assim tornem-se aliados das causas ambientais. Há uma imensa tarefa educacional a ser cumprida!

Em consonância com sua missão e valores, e comprometido com as linhas de ação da Rede de Escolas Associadas da UNESCO (Rede PEA-UNESCO), da qual é membro, o Colégio ECCOS está lançando uma abordagem visando à conscientização dos nossos alunos sobre a questão da “poluição plástica”. Esta abordagem, além de abranger aspectos conceituais e análise de casos, terá sua culminância no desafio aos alunos, para que reflitam sobre que comportamentos existentes no cotidiano escolar podem ser modificados de forma a colaborar no combate à “poluição plástica”, propondo soluções que, após discussão e escolha, serão efetivamente implementadas.  Também, objetivando colocar em destaque o tema “reciclagem”, realizaremos uma exposição de trabalhos da artista/artesã Rejane Aleixo, produzidos a partir de sucata, incluindo objetos de plástico. Além disso, Rejane ministrará oficinas nas aulas de artes, desenvolvendo com nossos alunos trabalhos com sucata de plástico, que serão parte relevante da ambientação e decoração de nossa festa junina, que acontecerá no dia 29 de junho.

Veja agora o depoimento do engenheiro António Guterres, Secretário Geral da ONU:

Do livro à memória: a experiência literária

Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária
Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária
“Quando eu abro o livro, eu vejo coisas lindas” João Lucas

A literatura está presente em todas as fases de nossa vida em diferentes grupos e espaços de nossa experiência. Na escola, em casa e com amigos temos contato com diferentes gêneros, autores e poéticas. E por que alguns deles são inesquecíveis?

Recordo de alguns livros lidos durante a vida escolar: lia, fazia resumos, resenhas, respondia fidedignamente às questões de interpretação de texto e entendia a literatura como uma função da linguagem e da escrita alheia a mim.

Anos mais tarde, na juventude, tive um grande encontro com a literatura por meio da escritora mineira Adélia Prado e jamais seria a mesma a partir de então. O contato com sua poesia me transportava para outro mundo, às vezes de dentro e às vezes de fora, era atravessada pela genialidade e simplicidade de suas palavras, de suas narrativas.

Pedro Bandeira, importante escritor infanto-juvenil, sabiamente disse que “a literatura é alimento para as emoções”. E assim, a literatura ganha espaço e sentido quando ler se torna um processo de descobrir o mundo e também a si mesmo.

Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária

No Colégio ECCOS, desde o berçário, os pequenos têm acesso à diferentes gêneros e modos de aproximação literária: folheiam livros, escutam histórias e são incentivados em seus comportamentos leitores.

Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária
Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária

Na Educação Infantil, as crianças têm contato diariamente com livros e outras formas de contar histórias, conhecem autores de referência, levam livros para casa e navegam pelo mar da fantasia e da imaginação.

Colégio ECCOS - Do livro à memória: a experiência literária

A oferta variada e a garantia de acesso à boa literatura fomentam o gosto e o prazer da leitura pela leitura, permite às crianças descobrirem a si mesmas, os outros, e um horizonte infinito. E assim, bem nutridas em suas experiências literárias, elas alçam voos maiores e recriam o mundo de dentro e de fora.

Juliane Motta é professora da Educação Infantil há 4 anos no Colégio ECCOS, pós-graduanda em Arte Educação pela Universidade de São Paulo (USP) e ouvinte atenta das histórias inventadas pelas crianças.